Emissão de gases de efeito de estufa cresceu 3,5% no Brasil em 2015

Emissão de gases de efeito de estufa cresceu 3,5% no Brasil em 2015

As emissões de gases de efeito de estufa no Brasil aumentaram 3,5% em 2015 em relação a 2014, referiu ontem o Observatório do Clima. Em 2015, o país emitiu cerca de 1,927 mil milhões de toneladas de CO2 contra 1,861 mil milhões de toneladas em 2014.

O maior causador desses valores foi a transformação do uso da terra. Apenas a transformação de áreas de mata em pasto ou plantações representa 46% das emissões brasileiras, indica o observatório.

Outra pesquisa divulgada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) em outubro indicou que o desmatamento na Amazónia subiu 24% de agosto de 2014 a julho de 2015, atingindo sua maior taxa nos últimos quatro anos. Por outro lado, a recessão económica contribuiu para a redução das emissões oriundas da produção industrial.

Segundo os dados do Observatório do Clima, as emissões da indústria caíram 1,2% passando de 100,1 milhões de toneladas em 2014 para 99,4 milhões e toneladas em 2015. O mesmo aconteceu no setor de energia, que foi responsável pela emissão de 479,4 milhões de toneladas em 2014 e por 425,4 milhões de toneladas de gases do efeito estuda em 2015, dado que indicou uma queda de 5,3%. Já a emissão de poluentes que resultam de atividades da agropecuária e do setor de resíduos praticamente não teve variação.