Empreitada de estabilização da arriba norte da praia das Azenhas do Mar estará concluída dentro de 11 meses

Empreitada de estabilização da arriba norte da praia das Azenhas do Mar estará concluída dentro de 11 meses

Vai ser assinado hoje, dia 20 de maio, nas instalações da Junta de Freguesia de Colares, pelos representantes da Agência Portuguesa do Ambiente e da Mota-Engil, Engenharia e Construção, o Auto de Consignação da empreitada de estabilização da arriba norte da praia das Azenhas do Mar, no concelho de Sintra, com um prazo de execução de cerca de 11 meses.

Pretende-se com esta empreitada a implementação de um conjunto de soluções e técnicas de proteção e tratamento da arriba norte, com vista a minimizar o risco decorrente da respetiva geodinâmica, promovendo as condições de segurança exigíveis à permanência e circulação de pessoas e bens nas áreas de risco, nomeadamente no núcleo urbano das Azenhas, no topo da arriba, na piscina oceânica da praia das Azenhas do Mar e zona envolvente.

Relevante para a prossecução das políticas consagradas na Estratégia Nacional para a Gestão Integrada da Zona Costeira e para a necessidade de adaptação do território às alterações climáticas, a intervenção em causa é justificada como uma ação de prioridade máxima no âmbito das intervenções da orla costeira pela sua inserção numa área exposta ao risco de ocupação associada à instabilidade da arriba e ao uso e ocupação do local.

Com um valor de contrato de aproximadamente dois milhões de euros, a intervenção é assegurada pela Agência Portuguesa do Ambiente e conta com o financiamento comunitário do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).