Empresas suinícolas suspeitas de descargas para ribeira de Fagundo

Empresas suinícolas suspeitas de descargas para ribeira de Fagundo

Categoria Ambiente, Resíduos

Duas empresas suinícolas foram identificadas pelo Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Leiria por serem suspeitas de duas descargas poluentes, ocorridas na terça-feira, na ribeira do Fagundo, na freguesia de Amor, no concelho de Leiria, avança o Jornal de Notícias.

“Esta ação surge na sequência de uma denúncia de descargas de efluentes, que numa pronta resposta desta guarda levou à deteção e visualização de uma descarga de efluentes, realizada por uma exploração suinícola, com recurso a um tubo plástico introduzido na lagoa de depuração dos efluentes, onde, com o auxílio da força da gravidade, os mesmos eram encaminhados para uma vala, desaguando naturalmente no referido curso de água”, refere o comunicado da GNR.

A nota de imprensa diz, ainda, que foi detetada ainda “uma outra fonte de poluição, efetuada por uma outra exploração pecuária, com descargas de efluentes para o solo”, permitindo o “seu escoamento natural para um coletor de águas pluviais, com ligação à ribeira em causa”.

Na sequência da inspeção, foi ainda descoberta outra fonte de poluição, “efetuada por outra exploração pecuária, que com descargas de efluentes para o solo, permitia o seu escoamento natural para um coletor de águas pluviais, com ligação à ribeira em causa”, acrescentou a GNR em comunicado.

Fonte da GNR de Leiria disse à agência Lusa que os “infratores foram identificados” e “após a recolha de toda a informação, vestígios e indícios” foram elaborados dois autos de notícia por crime de poluição, que foram remetidos ao Tribunal Judicial da Comarca de Leiria.