1

Empresas usam material em excesso nas embalagens das compras online

Cerca de 70 milhões de m3 de ar são enviados anualmente para os lares europeus devido ao packaging desnecessário, o equivalente a mais de 28 mil piscinas olímpicas. A conclusão é de um novo estudo da DS Smith.

O estudo, divulgado pela empresa, mostra que, enquanto o preço das matérias-primas sobe em todas as indústrias, as caixas de cartão sobredimensionadas e com material em excesso estão a originar “4,2 milhões de viagens desnecessárias para entrega de encomendas”, levando a que “72.629 toneladas de CO2 potencialmente evitáveis sejam libertadas para a atmosfera todos os anos”.

A análise da DS Smith revela que “as caixas de cartão que não estão ajustadas ao seu conteúdo transportam desnecessariamente este excesso de ar nos camiões e para as casas dos consumidores”, além de implicarem a “utilização de materiais que poderiam ser evitados”. Por exemplo: “148.757 toneladas de cartão extra”; “437 milhões de m2 de fita adesiva, mais de 4 vezes a área de Lisboa”; “68 milhões de m3 de enchimento, o suficiente para encher 363 vezes a Altice Arena”.

Além dos impactos ambientais, as caixas de cartão sobredimensionadas geram um “efeito negativo” na imagem das marcas. “Ao receberem uma encomenda com excesso de packaging, 30% dos consumidores afirmaram sentir-se frustrados com a marca”, confirma a DS Smith.

Em termos de expectativas dos consumidores para o futuro, os inquiridos afirmaram que gostariam de receber “embalagens provenientes de fontes renováveis alternativas (49%)”, “embalagens que se adaptem bem a produtos com formas irregulares (35%)” e “embalagens resistentes à água (30%)”.

De acordo com o estudo da DS Smith, todos os meses são enviadas 147 milhões de embalagens de compras online. A investigação revela que “92% das empresas que vendem os seus produtos online admitem utilizar packaging sobredimensionado, pouco menos de metade (48%) preocupam-se com a reciclabilidade e mais de um terço (34%) estão focadas na possibilidade de reutilização das embalagens”.

“Os consumidores online querem menos packaging. Este é o momento de eliminar o excesso de ar das compras de e-commerce já que, por um lado, as matérias-primas estão mais caras do que nunca e, por outro, os benefícios para o meio ambiente são significativos”, declara Ignacio Montfort, Managing Director da DS Smith Ibéria.