Energia Simples, VPS e ISEP juntos pela gestão eficiente dos recursos energético

Energia Simples, VPS e ISEP juntos pela gestão eficiente dos recursos energético

Categoria Ambiente, Energia

O NetEffiCity, Virtual Power Networks Efficient Management, é um projeto que visa possibilitar a implementação de um sistema de gestão inteligente e descentralizado de recursos energéticos, adaptado para os consumidores das comunidades locais. O principal objetivo desta iniciativa passa por aumentar significativamente a eficiência da gestão dos recursos disponíveis, incluindo recursos de produção distribuída de energia elétrica e a flexibilidade das cargas, através de programas de gestão ativa da procura (demand response).

Este projeto cofinanciado pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER, resulta da conjugação da experiência e dos conhecimentos sobre eficiência energética da Virtual Power Solutions, lider do consórcio, juntamente com o conhecimento científico do grupo de investigação GECAD do ISEP e com a experiência da Energia Simples (marca comercial da empresa PH Energia, Lda) no mercado da energia elétrica.

Nesta fase, o projeto apenas irá ser implementado num conjunto restrito de comunidades, nomeadamente em Penela e em Alfândega da Fé, que permitirão validar a eficácia da solução proposta. Para além desta iniciativa serão também desenvolvidas atividades de consciencialização dos consumidores, abordando diversos temas desde o envolvimento, promoção e implementação de sistemas de medição e de controlo do consumo energético, aos sistemas de consumo inteligentes e a importância da utilização de energias renováveis.

Estas ações estarão abertas a todos os que queiram participar, nomeadamente pequenos consumidores, instituições públicas e privadas, pequenas, médias e grandes empresas.

Para, Manuel Azevedo, fundador da Energia Simples, “a implementação do NetEffiCity irá permitir às duas empresas posicionarem-se de um modo destacado no mercado, uma vez que este projeto, dada a sua relevância, e abordagens e técnicas inovadoras, irá permitir-lhes ganhos de reputação, competitividade e oferta de novos produtos e serviços.”