Energy University da Schneider Electric regista 500 mil utilizadores

Energy University da Schneider Electric regista 500 mil utilizadores

Categoria Advisor, Formação

A plataforma de formação gratuita Energy University da Schneider Electric, especialista mundial em gestão de energia e automação, atrai cada vez mais o interesse de profissionais de todo o mundo, tendo atingido o marco global de 500 mil utilizadores registados e superado em 18% o número de cursos realizados em 2014.

Com mais de 200 cursos gratuitos, disponíveis em 13 línguas e em 185 países, a Energy University propõe-se a missão de manter os profissionais atualizados face aos desenvolvimentos realizados diariamente no âmbito da conetividade, segurança e fiabilidade, eficiência e sustentabilidade. Assim, a plataforma oferece cursos nas mais diversas áreas: eficiência energética, controlo e automação de edifícios, iluminação, AVAC, centros de dados, sistemas industriais e elétricos, e saúde, entre outros.

Chris Leong, Diretora de Marketing da Schneider Electric, relembra que “a educação para a energia é um elo crítico para que as organizações e comunidades de todo o mundo possam construir um futuro mais sustentável e eficiente. Na Schneider Electric, procuramos orientar os nossos clientes e profissionais registados na Energy University para que se possam tornar verdadeiros agentes de mudança nas suas indústrias e comunidades, aplicando o que aprenderam para tornar o mundo mais sustentável.”

Carlos Duarte, Engineering Offices & Training Center Manager da Schneider Electric, adianta que “com a Energy University pretendemos ajudar os nossos clientes e parceiros, bem como os profissionais em geral, a desenvolverem de forma constante novos conhecimentos que contribuam para a renovação das suas competências profissionais e instiguem à promoção da inovação no seu dia-a-dia, nas diferentes àreas de aplicação da eficiência energética e de centros de dados.”

Além de melhorar a educação para a eficiência, a Energy University também oferece recursos para comunidades carenciadas, onde a necessidade de aquisição de novos conhecimentos é mais percecionada. Todos os cursos são gratuitos e exploram soluções reais de aplicação global, além de disponibilizarem informação prática sobre como fazer o melhor uso das diferentes medidas de eficiência energética. Desta forma, a Schneider Electric permite a empresas e comunidades beneficiarem de ferramentas de educação que de outra forma não estariam disponíveis. Em algumas comunidades, a Energy University promove a empregabilidade, abrindo caminho para o primeiro passo para sair da pobreza.

Sobre a evolução da plataforma e dos cursos disponíveis, Carlos Duarte refere que “a forma como as empresas e os profissionais encaram a evolução profissional tem vindo a mudar. A rápida mutação de necessidades gerada por um mercado global leva a que também os profissionais estejam constantemente a atualizar e a inovar as suas competências. Os profissionais estão, cada vez mais, a perceber que ao apostarem na formação contínua através da Energy University estão também a apostar na progressão das suas carreiras e a contribuir, através do seu trabalho, para um futuro melhor.”

O crescimento do número de participantes reflete que a Energy University continua a ser um recurso fundamental para a formação de inúmeros profissionais, que se matriculam regularmente em cursos livres. Os perfis de utilizadores individuais diferem dos perfis de gestores de suporte técnico e de operadores de centros de dados, demonstrando a ampla abrangência do programa.

As empresas multinacionais também beneficiam da Energy University como forma de promover o desenvolvimento profissional dos seus colaboradores uma vez que a plataforma permite criar planos de formação personalizados. Estes planos podem ser alocados nos sites das empresas, funcionando como ferramenta de formação interna.

Desde o início de 2015, a Energy University atribuiu já o mesmo número de certificações PEM e superou em 28% o número de certificações DCCA atribuídas em 2014.