ENGIE e Climaespaço avançam com medidas de eficiência ambiental e energética

ENGIE e Climaespaço avançam com medidas de eficiência ambiental e energética

Categoria Advisor, Empresas

No âmbito do “Compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020 – Ação Climática Lisboa 2030”, a ENGIE Portugal e a Climaespaço acabaram de receber o selo de adesão a esta iniciativa. As duas empresas do universo ENGIE estão a avançar com “medidas de eficiência ambiental e energética”, indo ao encontro dos compromissos da cidade em matéria de energia e alterações climáticas, mobilidade, estrutura verde, água e resíduos, refere o grupo em comunicado.

Através de 12 medidas, a ENGIE Portugal dá o seu contributo para a transição carbono zero na capital portuguesa, por exemplo, através da instalação de iluminação LED em todos os seus edifícios, bem como de equipamentos de produção de eletricidade solar.

Também a Climaespaço aceitou o desafio da Câmara Municipal de Lisboa e comprometeu-se a reconverter para eletricidade a frota de veículos de trabalho que circulam no interior do Parque das Nações, a instalar um posto de carregamento de viaturas elétricas alimentado por energia solar fotovoltaica com armazenamento e a efetuar a extensão da iluminação LED a todas as instalações da empresa, incluindo áreas industriais.

A otimização da eficiência ambiental e energética da sua Central de Trigeração é outra das metas avançadas pela empresa que gere a Rede Urbana de Frio e Calor do Parque das Nações. A Climaespaço compromete-se ainda a reduzir o consumo de água em 50% face ao consumo de referência e a eliminar a utilização de plástico de utilização única.

Foto cedida pelo grupo ENGIE Portugal