EPAL: 100 mil pessoas aderiram à iniciativa dos Pátios da Água

EPAL: 100 mil pessoas aderiram à iniciativa dos Pátios da Água

Categoria Advisor, Empresas

Os Pátios da Água, iniciativas promovidas pela EPAL em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e com a Lisboa E-Nova, regressaram à capital portuguesa entre 8 de julho e 14 de setembro tendo “saciado a sede a quase 100 mil pessoas” anuncia a empresa em comunicado.

Quem durante os meses de verão passou na Avenida da Liberdade, no Jardim da Torre de Belém ou na Rua do Carmo, não ficou indiferente a esta ação inovadora que aproximou a EPAL e a cidade de Lisboa, aos lisboetas e turistas. Sob a forma fixa, ou itinerante, dispondo de uma carrinha de roadshow para o efeito, os Pátios da Água ofereceram água da torneira, promovendo a sua excelente qualidade e o seu consumo, mas também o seu transporte. Simples ou aromatizada com frutas e ervas aromáticas, muitas são as novas e inspiradoras formas da EPAL para incentivar o consumo da água da rede pública.

A empresa refere no comunicado que sendo a água da EPAL de excelente qualidade, é sujeita a um controlo rigoroso. Os técnicos altamente qualificados dos laboratórios acreditados da EPAL realizam mais de “300 mil análises por ano”, garantindo que a água que chega às torneiras dos lisboetas é “segura e um dos bens alimentares mais controlados em Portugal”. A água da torneira pode, e deve, ser consumida com toda a confiança e, por isso, a EPAL tem feito uma aposta contínua na promoção do seu consumo, a opção mais sustentável, demonstrando os ganhos ambientais resultantes desta preferência. Nestes Pátios, a Empresa ofereceu 95.645 copos de água, de papel, evitando a produção do mesmo número de garrafas de água 0,33 cl, (poupando 29.650 litros de água no seu processo de fabrico), correspondendo à redução da produção de 813 kg de plástico e reduzindo a emissão de CO2 equivalente em 5,9 toneladas.

Os Pátios da Água representaram um importante reforço do galardão atribuído a Lisboa, que será, já no próximo ano, Capital Verde Europeia. Esta iniciativa foi inserida no projeto LISBOA A COMPOSTAR, com áreas de compostagem onde foram depositados os resíduos orgânicos produzidos. Brevemente a EPAL e a Câmara Municipal de Lisboa irão plantar árvores numa escola da cidade, utilizando o composto gerado nos Pátios tornando, assim, este evento 100% sustentável.