EPAL, Águas do Vale do Tejo e Quercus plantam 800 árvores numa iniciativa ambiental

EPAL, Águas do Vale do Tejo e Quercus plantam 800 árvores numa iniciativa ambiental

A EPAL, a Águas do Vale do Tejo e a Quercus promoveram três ações de plantação, no âmbito do “Protocolo de Cooperação Estratégica para Aumento do Valor Ambiental da Empresa e Promoção da Sensibilização Ambiental” assinado entre a EPAL e a Quercus, em 2018. As ações tiveram lugar em terrenos de infraestruturas operacionais, de abastecimento e saneamento, da Águas do Vale do Tejo.

No dia 15 de novembro, de acordo com uma nota divulgada pelas entidades, as plantações decorreram no Município de Oliveira do Hospital. No período da manhã, foram plantadas 200 árvores/arbustos autóctones no Reservatório do Senhor das Almas, na freguesia de Nogueira do Cravo, com a ajuda de uma turma do 4º ano do Centro Escolar da freguesia. Nesta ação, estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Tavares Rolo, o presidente da Assembleia Municipal, José Alexandrino Mendes, e a vereadora da Educação, Maria da Graça de Brito da Silva.

Já no período da tarde, a instalação intervencionada foi a ETAR de Oliveira do Hospital, na freguesia de Bobadela, onde foram plantadas 300 árvores/arbustos autóctones com a colaboração dos alunos do 8º ano do Agrupamento Escolas de Oliveira do Hospital e onde a Vereadora da Educação, Maria da Graça de Brito da Silva também marcou presença.

No dia 16 de novembro, terça-feira, a ação de plantação decorreu no município do Sabugal. Foram plantadas 300 árvores e arbustos autóctones, na ETA do Sabugal, na União de Freguesias de Sabugal e Aldeia de Santo António, com a participação de uma turma de 8º ano do Agrupamento de Escolas do Sabugal. Nesta ação, a União de Freguesias de Sabugal e Aldeia de Santo António foi representada por Sandrine Necas Vinhas.

Nos dois dias, foram plantadas 800 árvores e arbustos autóctones características da fauna portuguesa como o Zimbro, o Medronheiro, o Carvalho Português, o Cipreste do Buçaco, o Bordo comum e o Rosmaninho.

Nesta iniciativa de plantação, destaca-se ainda colaboração das associações de sapadores florestais CAULE – Associação Florestal da Beira Serra, da Opaflor- Associação de Produtores Florestais da Serra da Opa, e da representante da Quercus, Paula Silva.

A EPAL e a Águas do vale do Tejo foram representadas por Marcos Sá, diretor da Direção de Comunicação, Marketing e Educação Ambiental, e pelas técnicas de comunicação da equipa de Educação Ambiental, Carla Alcobia e Susana Fé.