ERP recolhe mais 9% de resíduos elétricos e eletrónicos em Portugal

ERP recolhe mais 9% de resíduos elétricos e eletrónicos em Portugal

Categoria Ambiente, Resíduos

Em 2015, a ERP – European Recycling Platform foi responsável pela recolha de 16.254 toneladas de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos (REEE) em Portugal, número que traduz um crescimento de 9% face a 2014. No ano em que assinalou 10 anos de atividade em Portugal, a ERP reforçou de forma significativa o número de pontos de recolha, 1971 distribuídos por todo o país, mais 309 do que em 2014. Com este aumento, passou a haver um ponto de recolha destes resíduos, por cada 5254 habitantes.

A ERP Portugal também aumentou o número de operadores logísticos, que passaram de 29 (2014) para 33, bem como o número de Operadores Privados de Gestão de resíduos com quem trabalha, cujo número ascendeu a 25.

Juntaram-se à ERP Portugal 49 novos produtores que procuraram a plataforma para fazerem a gestão dos seus resíduos elétricos e eletrónicos, um aumento de 10,5% face a 2014, para um total de 472.

Com este crescimento, a ERP Portugal alcançou uma quota de mercado de 35,92%, segundo os dados da Associação Nacional para o Registo de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos –ANREEE, refere em comunicado.

No segmento de Resíduos de Pilhas e Acumuladores (RP&A), os números de 2015 também foram favoráveis: a ERP geriu a recolha de 179 toneladas e aumentou o número de produtores que se juntou à plataforma em 21,5% para um total de 130 produtores.

No final do ano em análise, a ERP Portugal apresentava 1147 pontos de recolha, mais 35% do que em 2014, o que permitiu servir cada vez melhor a população: existência de um ponto de recolha por cada 9045 habitantes.

No final do ano passado, a entidade gestora contava ainda com 2 Centros de Tratamento e Valorização, 9 Operadores Logísticos e 24 Operadores Privados de Gestão e Resíduos para este segmento.

A nível europeu, em jeito de balanço dos últimos 10 anos de atividade, a ERP está hoje presente em 17 países europeus, onde recolheu mais de 2,7 milhões de toneladas de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos. Quanto ao segmento de Resíduos de Pilhas e Acumuladores, o balanço desde 2009 conta com mais de 37 mil toneladas recolhidas.