“Está aqui o que temos de melhor”, garante João Matos Fernandes

“Está aqui o que temos de melhor”, garante João Matos Fernandes

O prazo de discussão pública da Estratégia Nacional para a Conservação da Natureza e Biodiversidade (ENCNB 2025) vai ser prolongado até 30 de setembro de 2017. O anúncio foi feito esta quarta-feira, 12 de julho, por João Matos Fernandes na última sessão de apresentação do plano, convocada pelo Ministério do Ambiente.

Melhorar o estado de conservação do património natural, promover o reconhecimento do valor do património natural e fomentar a apropriação de valores naturais e da biodiversidade são as linhas orientadoras do documento e algumas das alterações que o Governo pretende introduzir.

“Está aqui o que temos de melhor e o que nos faz de mais diferente”, defendeu o ministro do ambiente, referindo-se aos 8% de áreas protegidas em território nacional, acrescentando que “tem de ser um conjunto de ativos gerido por Portugal”. O ministro chegou mesmo a afirmar que “a atividade humana, enquanto atividade de raíz tradicional do nosso país, contribui muito para o desenvolvimento e fomento da própria biodiversidade”.

Na sua intervenção, João Matos Fernandes congratulou-se pela estratégia adotada, afirmando “uma satisfação enorme” pela discussão que o plano tem suscitado, embora “às vezes tão contrastante”.

Além desta sessão, foram realizadas três outras, em Alcanena, Évora e Gondomar, em junho. A ENCNB 2025 pode ser consultada no site do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e do Portal Participa.

*Foto de Lusa