Excesso de produção vai manter petróleo sob pressão

Excesso de produção vai manter petróleo sob pressão

Categoria Ambiente, Energia

Apesar de o petróleo ter terminado o primeiro semestre do ano com ganhos, os principais bancos de investimento mundiais mantêm-se cautelosos e antecipam quedas adicionais na segunda metade de 2015, lia-se hoje no Jornal de Negócios.

 

Note-se, ainda, que o acordo para o programa nuclear iraniano colocou pressão acrescida sobre as cotações do petróleo nos últimos dias. Ainda que o crude iraniano apenas deva chegar ao mercado no final do ano, os analistas mantêm reservas em relação à evolução dos preços. E antecipam quedas adicionais nos próximos meses.

 

O excesso de produção no mercado é a principal condicionante da matéria-prima, uma situação que tenderá a agravar-se quando começar a chegar o petróleo iraniano ao mercado, após o levantamento das sanções ao país. Mas esse crude apenas chegará a 15 de Dezembro.