Falta de rendimentos é responsável por 21% dos terrenos que ficam por limpar

Falta de rendimentos é responsável por 21% dos terrenos que ficam por limpar

Categoria Advisor, Investigação

Quase 25% dos portugueses não limpam os seus terrenos. A escassez de profissionais, a falta de dinheiro, ou a despreocupação, são as principais causas reveladas pelo inquérito da Fixando.

Em 2021, “os profissionais de limpeza de vegetação não conseguiram responder a 60% dos pedidos” realizados na plataforma de serviços. Paralelamente, os proprietários queixam-se que há cada vez menos profissionais a desempenhar esta tarefa, refere o inquérito.

A falta de rendimentos é responsável por 21% dos terrenos que ficam por limpar. Considerando que os portugueses têm que gastar, em média, 380 euros por ano nesta manutenção, a tarefa acaba por ser feita pelos próprios ou não ser feita de todo, destaca o inquérito.

Apesar das altas temperaturas e do elevado risco incêndio, o relatório revela que 217% dos proprietários não limparam os seus terrenos por não acharem necessário”.

O mesmo relatório dá nota que a legislação ainda é desconhecida por muitos: “Cerca 26% dos inquiridos não sabe que as multas em vigor podem ascender aos 120 mil euros”. A Fixando lembra que no fim de julho os distritos de Santarém, Faro e Viana do Castelo tinham ultrapassado o número de coimas aplicadas em 2020.

Estes dados são conhecidos no final de um mês marcado por incêndios que fustigaram não só Portugal, mas também a Grécia e o sul da Europa, uma tragédia agravada pelas temperaturas recorde que se fazem sentir em todo o mundo.

Foto: Lusa