Fileira florestal quer aumentar para 50% as áreas florestais com gestão certificada até 2018

Categoria Ambiente, Florestas

A certificação da gestão florestal "não é mito", garante a Associação para a Competitividade da Fileira Florestal (AIFF), que, na última semana, organizou um evento no âmbito do projecto Certifica+, que pretende sensibilizar produtores e gestores florestais para a importância da certificação da gestão da floresta nacional. O objectivo é aumentar os actuais 10% de área florestal com gestão certificada para 50% até 2018.  O sector florestal representa 1,3% do PIB e 10% das exportações de bens transacionáveis, empregando directamente 135 mil postos de trabalho. Segundo o Jornal Vida Económica, o projecto Certifica+, que vai ser desenvolvido nos próximos três anos, defende a produção florestal mais exigente, destinada a mercados igualmente exigentes, quer na Europa, que nos Estados Unidos ou no Canadá, cujos importadores só compram produtos derivados da produção florestal (rolhas de cortiça, resmas de papel A4 ou mobiliário, por exemplo) se estes levarem o selo de qualidade que comprova que os produtos foram obtidos a partir de florestas de qualidade.