Fundação Galp e FUNAE levam eletricidade solar a comunidades rurais de Moçambique

Fundação Galp e FUNAE levam eletricidade solar a comunidades rurais de Moçambique

Categoria Ambiente, Energia

O Fundo de Energia de Moçambique (FUNAE), a Fundação Galp Energia (FGE) e a Galp vão desenvolver projetos sociais de eletrificação com recurso a sistemas solares fotovoltaicos em escolas, centros de saúde e comunidades das províncias de Maputo, Sofala, Manica e Cabo Delgado.

Os termos do projeto, que arranca no terreno ainda este ano, encontram-se definidos num protocolo celebrado ontem, dia 30 de maio, entre os responsáveis das três entidades.

O projeto será desenvolvido num prazo de dois anos, contando com um investimento global de 600 mil euros (cerca de 40 milhões de meticais) que será financiado pela Fundação Galp Energia. O plano de projeto tem vindo a ser desenvolvido desde 2016, tendo abrangido a avaliação de mais de uma centena de projetos apresentados pelas entidades interessadas que demonstraram preencher os critérios de elegibilidade.

A promoção da eletrificação rural através do aproveitamento dos recursos naturais é um dos vetores definidos pelo Governo de Moçambique, através do Ministério dos Recursos Minerais e Energia, como estratégicos e prioritários para o desenvolvimento económico e social do País, missão que se encontra a cargo do FUNAE.

A Galp, enquanto operador integrado de energia presente em diversas geografias, assume-se como um parceiro de referência na promoção do desenvolvimento económico e social das comunidades onde se insere e desenvolve a sua atividade. A Fundação Galp Energia concretiza esse compromisso da Galp, em Portugal e no resto do mundo onde o grupo opera.