Fundo Ambiental apoia ações no âmbito dos 500 anos da Viagem de Circum-Navegação

Fundo Ambiental apoia ações no âmbito dos 500 anos da Viagem de Circum-Navegação

São assinados esta sexta-feira, 21, dois protocolos relativos ao financiamento de projetos ambientais desenvolvidos a bordo do Navio-Escola Sagres. Assinados entre o Fundo Ambiental, o INESC TEC, a Marinha Portuguesa e o Instituto Hidrográfico, estes protocolos visam o “apoio de ações desenvolvidas no âmbito das comemorações dos 500 anos da Viagem de Circum-Navegação”, pode ler-se no comunicado enviado pelo Gabinete do Ministro do Ambiente e Ação Climática. O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, e o ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, intervêm na cerimónia de assinatura, que ocorre às 16h00, no Ministério do Ambiente e da Ação Climática.

Ao longo deste ano, o Navio-Escola Sagres assinala os 500 anos da primeira viagem de circum-navegação, feita por Fernão de Magalhães, com um percurso transoceânico de 371 dias. Esta é uma oportunidade única para desenvolver a bordo atividades e estudos científicos relativos aos oceanos. Com uma dotação de 200 mil euros, estes protocolos respeitam a projetos de monitorização de lixo marinho e de microplásticos, ao longo do percurso do navio, e ao estudo da interação do espaço, da atmosfera e do oceano.

Recorde-se que foi publicado recentemente o Despacho do Fundo Ambiental (FA) que determina a aplicação das receitas em 2020, as quais ascendem a 470 milhões de euros. Este é o maior valor aplicado desde a entrada em funcionamento do Fundo Ambiental, em 2017, representando uma variação de 12% face ao ano passado.

Foto credita pelo Facebook do Navio-Escola Sagres