Galp lança projeto de empreendedorismo educativo Switch UP

Galp lança projeto de empreendedorismo educativo Switch UP

As práticas de sustentabilidade da Galp, e em particular os projetos educativos que a empresa tem vindo a desenvolver nos últimos anos, foram recentemente apresentados no Portugal Economia Social, um evento que teve como objetivo estimular o empreendedorismo e a inovação social e promover a economia solidária. Este ano com a novidade do projeto Switch up, destinado a alunos do ensino secundário, os projetos educativos da Galp levam mais longe o seu objetivo de promoção da eficiência energética e de hábitos de consumo de energia mais sustentáveis nas escolas, bem como nas famílias dos alunos e da comunidade onde se inserem.

“Arrancamos hoje (dia 20 de novembro) o projeto deste ano letivo, com uma aula da Missão Up a um grupo de crianças de uma escola da Marinha Grande que se deslocou a Lisboa para participar neste evento. Este será o 8º ano deste projeto e estamos a chegar cada vez mais longe – não só em número de escolas envolvidas como de nível de ensino abrangido. Com o projeto Switch Up desafiamos alunos do secundário a alterarem comportamentos e a promoverem uma utilização eficiente da energia, num contexto de inovação e empreendedorismo”, afirma Manuel Andrade, responsável dos projetos educativos da Galp.

Abordando temas como as fontes de energia, a mobilidade sustentável, a pegada energética e profissões associadas à energia, as escolas recebem visitas lúdico-pedagógicas que pretendem contribuir para a mudança de  comportamentos para um consumo mais eficiente de energia. Por outro lado, na plataforma online, são disponibilizados materiais de apoio, que permitem relacionar os diversos temas com os programas curriculares e discuti-los em ambiente familiar, de uma forma coerente e divertida.

Ao longo dos últimos sete anos letivos, a Galp deu 3.442 aulas de energia, impactando mais de um milhão e 300 mil alunos com os seus programas educativos sobre eficiência energética. A Missão UP já esteve presente em 3514 escolas do 1º ciclo do Ensino Básico, abrangeu mais de 1 milhão de alunos e envolveu mais de 113 mil, professores e outros membros da comunidade educativa. O projeto Power UP registou a adesão de 254 escolas do 2º e 3º ciclo do Ensino Básico, envolvendo mais de 5 mil estudantes nas suas atividades.

Os projetos educativos contam com a parceria da Agência Portuguesa do Ambiente, Agência para a Energia, Direção Geral de Energia e Geologia, Direção Geral de Educação e Comissão Nacional da UNESCO Portugal. À semelhança dos projetos Missão Up e Power Up, também o arranque do projeto Switch Up será financiado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, passando depois a ser financiados integralmente pela Galp.