GALP premeia escolas pelo desenvolvimento de projetos de eficiência energética

GALP premeia escolas pelo desenvolvimento de projetos de eficiência energética

Já foram encontrados os vencedores da Missão UP | Unidos pelo Planeta, da Missão Power UP e do Switch UP. Estes três programas educativos da Galp desafiaram, durante o ano letivo de 2017/2018, crianças e jovens, dos 6 aos 18 anos, a desenvolverem atividades e projetos com o objetivo de incentivar a mudança de comportamentos para um consumo mais eficiente de energia, nas escolas e em casa.

Neste ano letivo, o projeto Missão UP|Unidos Pelo Planeta esteve presente em 1265 escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico (30% do universo total) e impactou mais de 16 mil alunos entre os 6 e os 10 anos. Foram ainda lecionadas 507 aulas de energia, especialmente criadas para este projeto, e seis visitas lúdico-pedagógicas, com dinamização do jogo Galpshare sobre mobilidade sustentável, nas escolas que apresentaram as atividades mais criativas aos desafios de Natal e Carnaval.

No projeto Missão UP, os alunos receberam apresentações dinâmicas sobre as diferentes temáticas do projeto – fontes de energia, eficiência energética, mobilidade sustentável, pegada energética e profissões associadas à energia — que incluíram cinco filmes temáticos e visitas de colaboradores Galp, que dinamizaram aulas de energia. O projeto, que já dura há oito anos consecutivos, incentiva as crianças a desenvolverem atividades promotoras da eficiência energética, através da constituição de brigadas de alunos e fomenta, igualmente, a competição entre escolas para a realização de ações de sensibilização.

Nesta edição, a Galp quis também aproveitar as épocas festivas, como o Natal e o Carnaval, e lançou aos alunos dois desafios temáticos, no âmbito dos quais os participantes criaram decorações e iluminações de Natal eficientes e máscaras e disfarces de Carnaval sobre profissões ligadas à energia.

O Power UP, que conta já com quatro edições e se dirige às escolas do 2º e 3º Ciclo do Ensino Básico de Portugal Continental e Ilhas, visitou 106 escolas neste ano letivo (7% do universo total), impactando cerca de 40 mil alunos.

Com o objetivo de estimular a participação dos jovens e potenciar o seu envolvimento no projeto e na exploração das suas temáticas, a Galp desafiou os alunos, entre os 10 e o 15 anos, a criar equipas multidisciplinares e a pôr em prática um conjunto de ações para promoção da eficiência no consumo de energia da escola. Os alunos foram ainda incentivados a dar uma aula sobre eficiência energética aos estudantes do 1º ciclo, surpreendendo-os das mais diversas formas, com teatros, jogos, passatempos, workshops e aulas práticas.

No âmbito deste projeto, os alunos do 2.º e 3.º ciclos também foram desafiados a aproveitar as épocas festivas de Natal e Carnaval para realizar atividades promotoras da eficiência energética. Os alunos das três escolas que apresentaram as ações mais criativas, em cada um dos desafios, foram premiados com uma visita pedagógica a instalações industriais da Galp, em Matosinhos e em Sines.

O projeto Switch UP foi implantado pela primeira vez este ano letivo nas escolas secundárias, incluindo profissionais, e contou com a adesão de 102 escolas (11% do universo total), chegando a cerca de 6 mil alunos. Financiado pela ERSE, Entidade Reguladora dos Serviços Energético e destinado a alunos com mais de 15 anos, este projeto promove o espírito empreendedor, a discussão de ideias, a comunicação e a criatividade, desafiando os alunos a constituírem clubes e a desenvolverem projetos de eficiência energética.