GEFCO tem nova diretora ibérica de gestão da qualidade e ambiente

GEFCO tem nova diretora ibérica de gestão da qualidade e ambiente

Categoria Advisor, Empresas

Filipa Maia foi nomeada Diretora Ibérica da Gestão da Qualidade e Ambiente da GEFCO e está já em funções. Filipa Maia, até agora Diretora da Qualidade e Ambiente da GEFCO Portugal assume funções em Portugal e Espanha tendo agora responsabilidades como Diretora Ibérica da Gestão da Qualidade e Ambiente, funções que desempenha desde abril do corrente ano.

No cargo que assumia anteriormente, enquanto diretora da Qualidade Ambiente da GEFCO Portugal, cabia-lhe a responsabilidade de implementar e gerir Sistemas de Qualidade e Ambiente, estratégias corporativas na filial, coordenar projetos de melhorias, com o objetivo de aumentar a performance e a competitividade da empresa.

“É com grande satisfação e entusiasmo que assumo o desafio da gestão Ibérica da Qualidade e Ambiente da GEFCO, depois de assumir, por oito anos, a mesma função na GEFCO Portugal”, disse Filipa Maia. “A Iberização da gestão, total ou parcial, das empresas é um passo natural no sentido da otimização dos seus recursos, mas julgo que o maior valor que advém desta sinergia é a possibilidade de benchmarking entre as duas organizações e a possibilidade de desenvolvimento das benchmarking entre as duas organizações e a possibilidade de desenvolvimento das melhores práticas das duas estruturas”.

Filipa Maia é licenciada em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, no Brasil, possui pós-graduações em Engenharia da Qualidade e em Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho pelo Instituto ISQ, em Lisboa, e ainda uma pós-graduação em Engenharia de Processamento de Petróleos pela Petrobrás (Brasil).

Iniciou a sua atividade profissional como Engenheira de Processo na indústria de Química Fina, em 1987. Entre junho de 1989 e dezembro de 1991 desempenhou idênticas funções na Petrobrás – Petróleo Brasileiro, SA. Entre abril de 1993 e setembro de 1994 foi engenheira química na Divisão de Química e Ambiente da Direção de Investigação e Desenvolvimento do ISQ, já em Lisboa. Ainda em setembro de 1994 assumiu as funções de Engenheira de Processo no departamento de Novas Tecnologias da Linde Sogás, cargo que desempenhou até março de 1997. Exerceu consultoria, na área da Gestão de Sistemas, em diversas empresas e entre maio de 2003 e outubro de 2008 integrou a Bolsa de Auditores da Qualidade para a norma ISO 9001 e para a Diretiva MID e foi ainda Membro da Comissão Consultiva para a certificação de Empresas de Distribuição de Água em baixa Pressão da APCER.