GoParity lança no Brasil o seu primeiro projeto internacional

GoParity lança no Brasil o seu primeiro projeto internacional

Categoria Ambiente, Energia

A fintech portuguesa de investimento colaborativo para projetos sustentáveis GoParity abriu o primeiro projeto (de energia solar) internacional no Brasil, marcando a sua abertura ao mercado global e a mais investimento estrangeiro. Trata-se de uma parceria com a sueca ReCap, uma empresa que investe em energia solar a nível mundial, e prevê a instalação de duas centrais fotovoltaicas que representam um investimento total de 50 mil euros, aberto a financiamento na GoParity.

A campanha irá financiar a instalação de painéis solares no estádio de futebol do Americano Futebol Clube, em  Campos dos Goytacazes, Estado do Rio de Janeiro, e o Centro Comercial Multi Open Shopping em Florianópolis, Estado de Santa Catarina. As duas centrais solares terão capacidade para produzir 75 mil kilowatts-hora por ano e vão evitar a emissão anual de 30 toneladas de CO2, aproximadamente, o equivalente ao produzido por um automóvel a gasolina ao fazer 222.500 Km. Aberto a financiamento colaborativo na GoParity, o projeto “ReCap Solar Brazil” espera angariar 50 mil euros na modalidade habitual da plataforma – por empréstimo. Os investidores podem participar a partir dos 20€ e recebem juros fixos de 5,8% do investimento realizado (TANB), a 5 anos.

“O posicionamento global está presente desde o início na GoParity e finalmente conseguimos torná-lo realidade. É apenas o começo mas acreditamos que abrirá portas a novas oportunidades. Por outro lado, trata-se de projetos que juntam potenciais mercados de interesse para nós, e esperamos desta forma captar mais investidores suecos e brasileiros uma vez que os projetos atraem sempre investidores locais”, esclarece Nuno Brito Jorge, CEO da GoParity. “Temos ainda em vista outros projetos fora de Portugal, e iremos dá-los a conhecer durante os próximos meses, sempre com foco no impacto positivo que queremos ajudar a criar.”

Reforçando o seu posicionamento global a GoParity espera captar mais investimento estrangeiro e terá doravante mais projetos internacionais a financiar. O compromisso é “aumentar a frequência com que lançamos novos projetos e a sua diversidade, algo que os nossos investidores nos pedem muito. Atualmente, já temos um peso considerável de investidores estrangeiros, com 24 nacionalidades diferentes de investidores, com destaque para Espanha e Suíça, que será seguramente maior quantos mais projetos fora de Portugal tivermos. Do ponto de vista financeiro traz aumento do potencial de diversificação da carteira o que é muito positivo para toda a nossa comunidade – promotores e investidores.”

A ReCap, com sede em Estocolmo, tem dez anos de atividade no mercado mundial, com projetos no Brasil, Espanha e Colômbia, e especializou-se em procurar e criar condições para projetos de energia renovável ou de sustentabilidade. Selecionou a GoParity para o financiamento do projeto pelo modelo que pratica: “O financiamento colaborativo é uma forma interessante de financiar projetos sustentáveis, e esperamos que uma primeira campanha bem-sucedida possa levar a muitas mais. Além disso, esperamos criar uma forte parceria com a GoParity, combinando o nosso expertise com a capacidade de gestão e a plataforma otimizada de financiamento colaborativo da GoParity”, diz Marco Berggren, fundador e CEO da ReCap.

Com três anos de atividade, a GoParity já financiou 39 projetos sustentáveis que representam um total de 2.070.000 de euros investidos pelos 6.200 investidores da plataforma que contribuíram para que sejam evitadas as emissões de mais de 8.000 toneladas de CO2 para a atmosfera. A dar os primeiros passos na internacionalização, a fintech portuguesa foi recentemente selecionada a participar no programa de aceleração Google for Startups, em Madrid, e venceu a categoria “Financial Services” do Sustainable Fast Track UK da plataforma global de sustentabilidade Sustainary.