GoParity lança primeiro projeto de investimento em mobilidade elétrica aberto a todos os cidadãos

GoParity lança primeiro projeto de investimento em mobilidade elétrica aberto a todos os cidadãos

Com um investimento total de 150 mil euros, a ZEEV e a GoParity preparam-se para lançar um projeto que vai ao encontro das novas tendências da mobilidade elétrica. O objetivo é estimular a participação financeira dos portugueses em projetos com retorno financeiro e ambiental. O investimento está aberto a particulares e organizações por um montante mínimo de 20 euros.

A mobilidade elétrica é uma realidade cada vez mais presente em Portugal. De acordo com dados da ACAP, 4.073 unidades foram vendidas em 2018 (um crescimento de 148,4% face a 2017). A própria rede de carregamentos está cada vez mais sólida ultrapassando já os 1.900 postos de carregamento públicos. Neste sentido, a GoParity e a ZEEV dão mais um passo neste caminho.

Em quase dois anos de atividade, a GoParity, primeira plataforma crowdfunding de investimentos sustentáveis, já promoveu o financiamento de projetos de energia renovável e turismo sustentável, permitindo que empresas e IPSSs tenham capacidade de melhorarem a sua eficiência energética e de produzir energia limpa.

A ZEEV – energy in motion, empresa promotora do projeto, é uma empresa pioneira na promoção de mobilidade elétrica, sendo a única no mercado português que oferece uma solução integral de mobilidade sustentável, que vai desde a comercialização de veículos elétricos novos e usados, às soluções de carregamento e, ainda, à produção de energia solar fotovoltaica.

Depois das declarações do ministro do Ambiente sobre os objetivos de aquisição de veículos elétricos para frota do Estado, Nuno Brito Jorge salienta, ainda, que “A iniciativa privada na transição para a mobilidade sustentável assume, também, um papel muito importante. A mobilidade elétrica é uma área de investimento muito apetecível e com este projeto permitimos que qualquer cidadão invista no setor sem ter de comprar um carro elétrico”.

O projeto estará disponível para investimento no decorrer do próximo mês de março e pode ver aqui.