Governo apoia com um milhão e meio a compra de 130 viaturas elétricas

Governo apoia com um milhão e meio a compra de 130 viaturas elétricas

O ministro do Ambiente anunciou para breve o aviso da comparticipação de um milhão e meio de euros do Governo para apoiar os sistemas multimunicipais e intermunicipais na aquisição de 130 veículos elétricos. João Matos Fernandes falava, ontem, durante a apresentação do Plano de Eficiência e de Produção de Energia (PEPE) da Águas de Portugal (AdP), na sede do grupo, em Lisboa que, entre outras metas, compromete-se a introduzir 100 veículos elétricos na frota do grupo, numa primeira fase.

A AdP diz-se comprometida a implementar a Estratégia Nacional para a Mobilidade Elétrica, que consiste na introdução de 130  viaturas elétricas alimentadas por energias renováveis e a instalação de 50 postos de carregamento. No futuro, o grupo prevê disponibilizar os postos de carregamento a municípios em diferentes zonas do país.

Os principais objetivos são, sobretudo, permitir a redução das emissões de CO2 em 650 toneladas por ano e aproveitar a produção de energia fotovoltaica. Ainda no âmbito do PEPE, em parceria com a ADENE, o grupo irá operar um projeto piloto de certificação energética de veículos.

No domínio da mobilidade, o ministro do ambiente acredita que “cada vez mais a mobilidade elétrica deixará de ser um fenómeno essencialmente urbano”. Na ocasião, João Matos Fernandes gabou ainda o plano da AdP dando-lhe relevância e convicto de que “se não fizermos nada no sentido da redução significativa dos gases que provocam o efeito de estufa é já em 2036 que o Armageddon pode estar à nossa frente”, referindo-se no início do seu discurso às hesitações do presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, em cumprir o Acordo de Paris.