Governo investe 560 milhões de euros em regadios para mitigar efeitos de falta de água

Governo investe 560 milhões de euros em regadios para mitigar efeitos de falta de água

O secretário de Estado da Agricultura e Alimentação disse ontem que o Governo está a tomar medidas para “mitigar” os efeitos da seca, designadamente a construção de 100 mil hectares de regadio, investindo 560 milhões de euros, até 2023, cita a Lusa. “Não podemos resolver o problema, não podemos fazer chover de um momento para o outro, mas temos de encontrar fórmulas que nos permitam mitigar esses efeitos”, referiu Luís Medeiros Vieira.

Falando em Braga, durante a inauguração da AGRO 2019 – 52.ª Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação, o secretário de Estado aludiu ao programa, “em execução plena”, que prevê a construção, até 2023, de 100 mil hectares de regadios, num investimento de 560 milhões de euros.

“Trata-se de direcionar investimento para criar reservas de água que permitam em situações de falta suprir carências”, referiu. O governante admitiu que a seca é uma situação preocupante, mas sublinhou que, com as alterações climáticas, vão ocorrer cada vez mais “fenómenos extremos”.

“Cada vez mais as alterações climáticas estão na ordem do dia, não é fácil resolver estes problemas, temos de encontrar sempre as causas mais profundas. Tem sido feito todo um trabalho para identificar as situações, por que é que estas coisas acontecem e, ao mesmo tempo, para encontrarmos as melhores soluções”, disse ainda o secretário de Estado.