Governo quer €100 milhões para tornar as casas mais eficientes

Governo quer €100 milhões para tornar as casas mais eficientes

Categoria Ambiente, Energia

O governo candidatou-se a €100 milhões do Plano Juncker — via Banco Europeu de Investimento (BEI) — no âmbito do novo programa “Casa Eficiente”, instrumento que pretende trocar as voltas ao (ainda) mau desempenho de Portugal em matéria de eficiência energética dos edifícios de habitação, noticiou, este fim de semana, o jornal Expresso.

O objetivo é permitir que proprietários de edifícios ou de uma só fração possam requerer o financiamento a uma taxa “ultracompetitiva” de um valor que terá o montante máximo de €50 mil e abrangerá cerca de 2000 alojamentos por ano, adiantou ao semanário o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes. “Submetemos a candidatura ao BEI e a partir de setembro vamos negociá-la. Esperamos que em janeiro [2017] a verba já esteja disponível”, adiantou o ministro, acrescentando que em Portugal “são poucas as habitações que foram construídas com preocupações ambientais”.