Governo vai apostar em biorrefinarias e centrais de biomassa

Governo vai apostar em biorrefinarias e centrais de biomassa

O Governo vai avançar com a implementação de biorrefinarias e continuar com o desenvolvimento de centrais de biomassa por todo o país, de forma a valorizar a recolha de resíduos florestais, anunciou este sábado o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral. “A recolha de resíduos florestais é uma necessidade e reforça a segurança das florestas”, afirmou o responsável, no âmbito de uma conferência de imprensa sobre a reunião extraordinária do Conselho de Ministros, destinada a aprovar medidas de prevenção e combate aos incêndios florestais, bem como reparação dos prejuízos, e que decorre na residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento.

O plano nacional para a implementação de biorrefinarias vai depender “essencialmente de fundos estruturais”, disse o governante, referindo que ainda não é possível prever qual a verba necessária.

De acordo com o titular da pasta da Economia, o desenvolvimento das biorrefinarias vai estar sujeito a concurso. Além da implementação de biorrefinarias por todo o país, o Governo vai continuar a apostar no desenvolvimento das centrais de biomassa, que “poderão ter um investimento de cerca de 35 milhões de euros anuais, ao longo de vários anos”, avançou Caldeira Cabral.

Este modelo agora aprovado vai criar um incentivo à valorização dos resíduos florestais, “criando assim uma capacidade de desenvolver um sistema de recolha, não apenas incentivos próprios dados a essa recolha, quer pelas autarquias, quer por empresas que o queiram fazer”.

Foto: Lusa