Governo vai formar técnicos em agricultura biológica

Governo vai formar técnicos em agricultura biológica

O PAN – Pessoas-Animais-Naturezas anunciou esta quinta-feira que o governo vai promover a formação em agricultura biológica, de pelo menos dois técnicos do quadro de cada uma das Direções Regionais de Agricultura e das Pescas. A medida, proposta pelo partido ambiental, que vai ser aprovada hoje, pretende contribuir para a uma estratégia nacional de agricultura biológica, até agora, inexistente no nosso país. A agricultura biológica apresenta benefícios para o ambiente.

A medida pretende atenuar um problema do setor, uma vez que os agricultores que pretendem usar esta forma de agricultura têm dificuldades junto da tutela “por falta de técnicos com formação em agricultura biológica”, sendo que “os programas de apoio são muitas vezes subavaliados por falta de conhecimento teórico e de domínio de práticas culturais”, lê-se no comunicado.

A agricultura biológica apresenta vários benefícios em diversas áreas, como na saúde, por estar isenta de produtos químicos – adubos, inseticidas, fungicida, herbicidas ou outros antibióticos. Também no ambiente, porque evita a contaminação dos solos, dos recursos hídricos e contribui para a redução das emissões de gases com efeito de estufa – é mais eficiente que a agricultura convencional, utilizando 30 a 50% menos energia e libertando menos 30% de gases com efeito de estufa.

Foi neste sentido que o PAN desenvolveu o documento “20 Contributos para uma Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica”, que inclui medidas que pretendem contribuir com soluções para alguns dos principais problemas do setor.

“Procurando acompanhar positivamente a alteração de hábitos alimentares que se assiste na sociedade Portuguesa, acredito que a sensibilidade e vontade política é mais ou menos consensual sobre a necessidade de cooperação em torno de políticas que fortaleçam uma fileira com forte potencial de proporcionar bem-estar social e uma elevada sustentabilidade económica, mas também ambiental”, reforçou o deputado do partido ambiental, André Silva.