Grupo ISQ subscreve Carta Internacional para o desenvolvimento sustentável

Grupo ISQ subscreve Carta Internacional para o desenvolvimento sustentável

Categoria Advisor, Empresas

O ISQ subscreveu a Carta de Princípios do BCSD Portugal (Business Council for Sustainable Development), que estabelece as “linhas orientadoras para uma boa gestão empresarial com base nos mais modernos padrões de desenvolvimento sustentável”. Para a entidade este instrumento permite às “empresas subscritoras serem reconhecidas junto dos seus clientes, fornecedores e sociedade em geral pela adoção de sólidos compromissos de sustentabilidade”, lê-se em comunicado.

Neste sentido, “de acordo com aquilo que já vem sendo prática corrente no Grupo ISQ, continuaremos a adotar normas reconhecidas internacionalmente e alinhadas com os mais altos padrões de gestão éticos, sociais e ambientais e que se traduzem numa gestão sustentável”, defende Pedro Matias. O presidente do ISQ sublinha que “não poderia ser de outra forma na gestão do século XXI, tendo em conta que as tendências da sustentabilidade têm de ser cada vez mais parte integrante da atividade empresarial”.

Os temas da sustentabilidade são cada vez mais “relevantes ao longo de toda a cadeia de valor e nas relações que se estabelecem entre clientes, fornecedores e parceiros”, destaca o grupo. Numa sociedade global, em última instância, todas as empresas são fornecedoras e clientes, independentemente da sua dimensão. Muitos concursos nacionais e internacionais já incluem “requisitos associados às práticas sustentáveis das empresas como fatores de seleção”, o que redefine a sustentabilidade como um “fator de competitividade e com potencial de encontrar soluções dinâmicas com impactos positivos em produtos, serviços e estrutura organizacional”.

Cada vez mais o mindset dos gestores centra-se na responsabilidade social e sustentabilidade, desafiando os pressupostos convencionais do business-as-usual para o business-for-sustainability, trazendo inovação a toda a cadeia de valor. Neste campo o ISQ refere que tem vindo a adotar medidas que visam dar resposta aos objetivos de Desenvolvimento Sustentável. A estratégia do Grupo assenta, acima de tudo, no “compromisso com as pessoas, na aposta na inovação, investigação e tecnologia e no desenvolvimento económico do país enquanto Centro de Interface Tecnológico”. O ISQ conta ainda com laboratórios acreditados, o garante do rigor e ética junto de todos os parceiros.

“O nosso código de conduta assenta em cinco valores que são a forma e a substância da nossa personalidade enquanto Grupo e que alicerçam os nossos princípios éticos e de comportamento: a competência e o rigor (excelência técnica), integridade e independência (imparcialidade e profissionalismo) e inovação (vantagem competitiva)”, sublinha Pedro Matias.

De realçar também o livro recentemente lançado e que contou com a colaboração do ISQ: o “Binómio Tecnologia & Sustentabilidade”, que aborda o contributo que hoje a ciência, a tecnologia e a inovação podem dar ao desenvolvimento sustentável do “homem” e do “planeta terra”. É uma análise diferenciada à dinâmica entre a tecnologia e a sustentabilidade, refletindo o seu impacto no mundo atual. O livro conta também com testemunhos da Agência Espacial Europeia, Agência Europeia para a Segurança Marítima e entidades académicas do Reino Unido e Suécia.