Hansgrohe promove a poupança de água

Hansgrohe promove a poupança de água

Categoria Águas, Ambiente

Para celebrar o Dia Mundial da Água, no dia 22 de Março, a Hansgrohe, marca alemã de torneiras e soluções para a casa de banho, propõe algumas dicas úteis para poupar água.

Em comunicado enviado à imprensa, a empresa refere que “os gestos mais simples são os mais significativos para proteger o meio ambiente e reduzir o consumo de água e energia. Devido à sua crescente escassez, poupar água é agora mais importante do que nunca”.

As inovações técnicas têm um papel determinante nesta poupança mas em muitos casos alterar uma simples detalhes podem fazer a diferença. Por ano, são desperdiçados milhares de litros de água devido aos pingos contínuos da torneira. “Sabe aquelas torneiras que parecem conta-gotas? À primeira vista não afetam a conta mensal mas se analisarmos bem, verificamos que existe um grande desperdício de água, causando gastos extra desnecessários”, alerta a empresa.

Para poupar água “não deve deixar a torneira a correr aos lavar as mãos e os dentes, limitar o consumo de água nestes momentos é essencial, a hansgrohe produz soluções que complementam estes hábitos, permitindo-lhe ter uma experiência de banho única enquanto poupa água”.

“Encher uma banheira precisa de pelo menos 140 litros de água”. No entanto, para “tomar um duche irá precisar de muito menos água, principalmente se utilizar um chuveiro hansgrohe com tecnologia EcoSmart”. Neste caso, a Hansgrohe aconselha o chuveiro: “Crometta 85 Green que apenas consome 6 litros”. Assim, num duche de “três minutos apenas se gastam 18 litros de água e consegue ainda obter uma sensação ilimitada de prazer”.

Para a Hansgrohe, poupar água e ter a melhor experiência de banho devem andar lado a lado. Estes são alguns dos pequenos hábitos que devemos adotar no nosso dia-a-dia para ajudar o ambiente.

A aposta da marca passa por “construir soluções e produtos que potenciem momentos de banho únicos e sustentáveis, para que o cliente desfrute de uma experiência única e que não prejudique o meio ambiente”.