Homem mais rico da China paga mil milhões por eólica portuguesa

Homem mais rico da China paga mil milhões por eólica portuguesa

Categoria Ambiente, Energia

A Iberwind, empresa de energias renováveis portuguesa, foi vendida à maior empresa de infra-estruturas cotada em Hong Kong, a Cheung Kong Infrastructure Holdings Limited, e à Power Assets Holdings Limited, as duas pertencentes ao Grupo Cheung Kong, do magnata chinês Li Ka-Shing, anunciou a Magnum Partners em comunicado.

A empresa de energias renováveis, detida em 65% pela Magnum, tem 31 parques e uma capacidade instalada de 684MWs. Tem ainda como acionistas a Espírito Santo Capital (do Novo Banco) e a ECS Capital, entre outros. É o segundo maior operador em Portugal, contando outros 42MWs em fase de construção. “Durante o período que esteve sob o controlo da Magnum, a Iberwind viu a sua capacidade instalada ser aumentada em 41%, atingindo elevados níveis de eficiência”, refere o comunicado da Magnum Partners divulgado na sexta-feira e citado hoje pelo Diário Económico.

“Sete anos depois da aquisição da empresa de energias renováveis por um grupo de investidores liderado pela Magnum, com cerca de 65% do capital social, concretizou-se hoje a transacção que valoriza a Iberwind em mil milhões de euros”, adianta.