Hora do Planeta: Concelho de Loulé apaga as luzes por 60 minutos no próximo sábado

Hora do Planeta: Concelho de Loulé apaga as luzes por 60 minutos no próximo sábado

Numa altura em que a pandemia do novo coronavírus aflige a Humanidade, a preocupação com o futuro do Planeta face às alterações climáticas mantém-se firme em todo o mundo. Assim, no próximo sábado, 28 de março, será reeditada a iniciativa Hora do Planeta, promovida internacionalmente pela organização global de conservação da natureza World Wildlife Found (WWF), à qual a Autarquia de Loulé volta a associar-se. Apesar de simbólica, esta é a maior ação do género à escala mundial, que começa na Austrália e percorre todo o globo terrestre.

Entre as 20h30 e as 21h30 deste dia, cidadãos, empresas, governos e comunidades voltam a ser convidados a desligar todas as luzes (interiores e exteriores dos edifícios e monumentos emblemáticos das cidades, bem como das residências particulares) para mostrarem o seu apoio à ação ambientalmente sustentável.

No concelho de Loulé, serão desligadas as luzes dos seguintes espaços públicos: edifício dos Paços do Concelho, edifício Eng.º Duarte Pacheco (Assembleia Municipal), Monumento ao Eng.º Duarte Pacheco, Mercado Municipal de Loulé, Cineteatro Louletano, Muralha do Castelo de Loulé, Centro Autárquico de Quarteira e edifícios das juntas de freguesia de S. Sebastião, S. Clemente, Salir, Querença, Boliqueime, Tôr e Benafim.

Este ano pretende-se estimular a criatividade das famílias em demonstrar a sua adesão e promover os eventos individuais, criados por cada um e feitos a partir de suas casas, podendo os mesmos ser partilhados com a Associação Nacional de Municípios Portugueses, em associação com a WWF, através das redes sociais ou para o email anp@natureza-portugal.org.

É assim lançado o desafio para todos se juntarem a esta comemoração digital (em complemento ao apagão global) com algumas ideias que podem ser aproveitadas pelas famílias e divulgadas nos meios referidos: cozinhar uma receita que tenha uma base sustentável; um momento de storytelling à volta da natureza; uma atividade que promova o bem-estar e equilíbrio (meditação, yoga, respiração consciente); atividades em família com o enfoque no nosso Planeta (desenhos, teatralizações, cantigas, músicas).

Face ao momento delicado que vivemos, em que a maioria das famílias se encontra em casa, esta iniciativa constitui também uma oportunidade de reflexão para as comunidades reinventarem a forma como vivemos o Planeta e no Planeta, na certeza que hoje a mensagem da importância da aposta na ação conjunta por um futuro melhor faz ainda mais sentido.