Hospital compra iodo para se prevenir de Almaraz

Hospital compra iodo para se prevenir de Almaraz

Categoria Ambiente, Resíduos

O presidente da Unidade local de Saude (ULS) de Castelo Branco, Vieira Pires, revelou ontem, que já está a apetrechar o hospital com comprimidos de iodo face ao risco de um eventual acidente nuclear na central espanhola de Almaraz, noticia esta quinta-feira o Jornal de Notícias. Os comprimidos foram encomendados a um laboratório austríaco.

“A farmácia do Hospital Amato Lusitano já pediu e está a apetrechar-se com os comprimidos de iodo necessários, que virão de um laboratório austríaco”, adiantou.

Recorde-se que o Movimento Ibérico Anti-Nuclear (MIA) tinha alertado para a necessidade de se disponibilizar pastilhas de iodo à população que está a 100 quilómetros de Almaraz. Numa carta enviada ao Governo, o MIA falou do caso da Bélgica, onde um decreto governamental ditou que todos os habitantes num raio de 100 quilómetros das centrais nucleares devem ser abastecidos de pastilhas de iodo para saturar a tiróide em caso de acidente nuclear.