IKEA Portugal quer mudança positiva no planeta e planta 5.000 árvores nas áreas mais afetadas pelos incêndios

IKEA Portugal quer mudança positiva no planeta e planta 5.000 árvores nas áreas mais afetadas pelos incêndios

Categoria Ambiente, Florestas, Home

A crise climática é uma realidade e a IKEA está comprometida com uma estratégia proativa de mudança positiva do planeta. A propagação do Coronavírus tem vindo a revelar um impacto positivo na redução da poluição em todo o Mundo e, no Dia da Terra, a IKEA relembra a importância de adotar hábitos mais sustentáveis.

Até ao final de agosto de 2019, o Grupo INGKA diminuiu, pela primeira vez, a sua pegada ambiental através da redução em 4,3% – equivalente a 24,9 milhões de toneladas – das suas emissões de carbono através de processos de produção de matérias-primas e produtos mais sustentáveis.

Este marco é fruto de uma estratégia de mudança positiva no planeta traçada pelo Grupo INGKA, assim como de metas climáticas ambiciosas até 2030. De forma a contribuir para estes objetivos, e sendo a madeira um recurso natural muito importante para a marca, a IKEA Portugal, para celebrar o 50.º aniversário do Dia da Terra, e pelo segundo ano consecutivo, irá contribuir para a reflorestação das áreas mais afetadas pelos incêndios no país.

“A IKEA tem, desde sempre, um grande foco na sustentabilidade e no planeta. Queremos inspirar as pessoas a adotar hábitos mais sustentáveis em casa e temos o dever contribuir para uma mudança positiva no Mundo. Sabemos que os incêndios dos últimos anos são uma ameaça à sustentabilidade das florestas portuguesas e é por isso que a IKEA Portugal tem implementado várias campanhas de cariz solidário e sustentável que visam contribuir para uma mudança positiva no país e no meio ambiente”, explica Ana Barbosa, responsável de sustentabilidade da IKEA Portugal.

Através da campanha “Passar cartão já ajuda”, que decorreu durante o mês de março, a IKEA Portugal irá entregar 10.000 euros à associação Quercus para que possam ser plantadas cinco mil árvores nas áreas mais afetadas pelos incêndios no país. Durante a campanha, cada vez que um cliente efetua uma compra com o cartão IKEA FAMILY na linha de caixas ou online, a IKEA Portugal doava 0,05 cêntimos para projetos de reflorestação coordenados pela Quercus.

O ano passado, para além da plantação de 5.000 árvores, a IKEA Portugal promoveu ainda um projeto de reflorestação do Pinhal de Leiria com a plantação de 2.000 árvores pela mão de mais de 70 colaboradores das unidades IKEA. No final deste ano, a IKEA Portugal já terá contribuído, assim, para a plantação de 12 mil árvores.

A nível global, a IKEA disponibilizou 100 milhões de euros para projetos de remoção de carbono da atmosfera através de iniciativas de reflorestamento e proteção florestal. A IKEA trabalha ainda em conjunto com o FSC® (Forest Stewardship Council) para cuidar de florestas em todo o mundo através da sua gestão responsável. Até ao final de 2020, o objetivo da marca é que toda a madeira usada nos produtos seja proveniente de fontes mais sustentáveis, o que inclui ter madeira com certificação FSC® e reciclada. Atualmente, a IKEA já alcançou 91% do objetivo até ao final de agosto de 2019.