Índia ratifica acordo de Paris contra a mudança do clima

Índia ratifica acordo de Paris contra a mudança do clima

A Índia vai ratificar, na próxima semana, o acordo contra as alterações climáticas, estipulado em 2015 durante a Cimeira de Paris (COP21), bloqueado temporariamente pelo governo do país para exigir uma diferenciação de responsabilidade entre as nações desenvolvidas e em desenvolvimento, noticiou hoje o Ambiente Brasil.

“A Índia ratificará as decisões da COP21, a 2 de outubro, dia do aniversário de nascimento de Mahatma Gandhi”, anunciou este domingo, o primeiro-ministro do país, Narendra Modi, num comício realizado no estado de Kerala, na região sul da Índia.

O acordo firmado pela COP21 em dezembro do ano passado entra em vigor após a ratificação de 55 nações que representem, pelo menos, 55% das emissões mundiais de gás de efeito estufa. Mais de 20 países, entre eles o Brasil, ratificaram o pacto até o momento.

Em Paris, os maiores emissores e os países mais vulneráveis entraram pela primeira vez em acordo para atuar contra o aquecimento global. Apesar dos objetivos atuais não contemplarem que se mantenha o aumento das temperaturas abaixo dos 2 graus, espera-se conseguir atingir o limite em previsões futuras.