Indra incluída no índice global de referência em sustentabilidade pelo 14.º ano consecutivo

Indra incluída no índice global de referência em sustentabilidade pelo 14.º ano consecutivo

Categoria Advisor, Empresas

A Indra volta a integrar o Dow Jones Sustainability Index (DJSI) World, sendo pelo “14.º ano consecutivo incluída neste índice global de referência em sustentabilidade”, anuncia a empresa em comunicado. Desde a sua entrada em 2016, que conseguiu manter-se neste ranking, considerado como “um feito único entre as empresas do setor de Software e Serviços”, acrescenta a empresa.

A inclusão contínua da Indra no DJSI World representa um “reconhecimento do seu compromisso com a criação de valor e com a constante melhoria do desempenho nas áreas económica, social e ambiental” (ESG-Environmental, Social and Governance) e reafirma a empresa como uma das “líderes globais em sustentabilidade”.

Esta liderança também é reforçada pela presença noutro índice de referência na responsabilidade social corporativa das empresas, o FTSE4Good, que integrou a Indra pelo 4.º ano consecutivo e atribuiu a pontuação mais alta em boas práticas de governo da sociedades e anticorrupção devido aos esforços desenvolvidos pela empresa nos últimos anos para reforçar a sua cultura de compliance.

“Saudamos a Indra por ter sido integrada no DJSI World. A avaliação SAM Corporate Sustainability Assessment subiu novamente a fasquia na identificação das empresas que estão melhor posicionadas para responder aos desafios futuros e às oportunidades da sustentabilidade”, afirma Manjit Jus, diretor de Índices ESG da RobecoSAM. Este ano, em que se celebra o 20.º aniversário do índice DJSI, “o número de empresas interessadas na avaliação SAM corporate sustainability assessment reflete a relevância do índice DJSI para medir e fazer progredir as práticas ESG”, acrescenta a responsável.

Nesta edição 2019/2020 do Dow Jones Sustainability Index, a Indra foi uma das 16 empresas da indústria de “Software e Serviços” a integrar o índice, e uma das cinco empresas europeias, de um total de 156 empresas de todo o sector a nível mundial que foram convidadas para participar.

A Indra melhorou a sua pontuação global em dois pontos e, comparando com a média das empresas de “Software e Serviços”, destacou-se em aspetos como o desenvolvimento de talentos, práticas laborais, gestão da inovação e estratégia fiscal. A empresa também conseguiu melhorar significativamente a sua pontuação em matéria de governo das sociedades, ecoeficiência e estratégia climática.

Estes resultados demonstram o esforço da Indra em “continuar a melhorar o seu compromisso com o governo corporativo e ambiente”, bem como de “transformar a sua cultura, colocando as pessoas no centro da sua estratégia e promovendo a inovação, diversidade, flexibilidade, formação, desenvolvimento profissional e o cumprimento da regulação”.