Indústria tenta impedir perda de 41% num subsídio

Indústria tenta impedir perda de 41% num subsídio

Categoria Ambiente, Energia

As empresas que beneficiam das rendas da energia querem ser recebidas pelo Governo, noticiou hoje o Jornal de Notícias. O motivo é simples: o Executivo quer cortar 60 milhões de euros no chamado subsídio de interruptibilidade à indústria, o que deverá custar 102 milhões de euros este ano.

O corte deverá ser aplicado em 2017 e irá avaliar as contas da luz de todos os consumidores. Este subsídio resulta de um regime de compensação económica a algumas indústrias pela sua disponibilidade para “permitirem” interrupções de abastecimento em momentos que sejam críticos para a estabilidade da rede elétrica. Segundo avançou o Público, a Confederação Empresarial de Portugal já pediu para ser ouvida no Ministério da Economia.