“Investimentos sustentáveis devem ser prioritários no setor da energia”

“Investimentos sustentáveis devem ser prioritários no setor da energia”

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, participou hoje, 28 de abril, na videoconferência do Conselho Informal dos Ministros da Energia da União Europeia. Na reunião, o ministro português defendeu que os investimentos na produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis serão cruciais para ultrapassar a crise provocada pela pandemia do coronavírus.

“Investimentos sustentáveis devem ser prioritários no setor da energia, contribuindo para os nossos objetivos climáticos e energéticos, enquanto impulsionam a economia”, referiu.

A alocação de fundos no setor energético deve cumprir com os critérios definidos ao abrigo das orientações Europeias para o Financiamento Sustentável, não sendo justificável que a urgência na recuperação altere a prioridade em investimentos nas tecnologias de baixo carbono, defendeu o ministro junto dos seus colegas europeus.

João Pedro Matos Fernandes sublinhou ainda a necessidade de se criarem de imediato os mecanismos que financiem os investimentos necessários para a saída da crise.