IP Telecom implementa solução IoT de gestão inteligente de Data Centers com a Schneider Electric

IP Telecom implementa solução IoT de gestão inteligente de Data Centers com a Schneider Electric

Categoria Advisor, Empresas

A Schneider Electric juntou-se à IP Telecom para desenvolverem uma plataforma de gestão operacional para monitorização de consumos de energia e condições ambientais, bem como de gestão técnica de equipamentos de suporte aos 3 Data Centers, sediados em Portugal, baseado no seu Sistema de Gestão. Segundo o comicado enviado pela empresa, o principal objetivo da IP Telecom era “garantir um claro aumento dos seus níveis de eficiência, através de implementação de soluções utilizando a automação e a tecnologia, decisivas para a sua diferenciação no setor onde atuam”. As soluções implementadas, em conjunto pela Schneider Electric e pela IP Telecom, foram o EcoStruxure Data Center Expert, para integrar todos os sistemas TI e o EcoStruxure Power Monitoring Expert, para analisar o consumo e a qualidade da energia, bem como a plataforma EcoStruxure Building Operation, acessível a partir de qualquer local e com monitorização 24/7 dos equipamentos, permitindo o acesso a todas as informações registadas pelas duas outras soluções.

A IP Telecom é um operador de telecomunicações e de serviços especializados em sistemas, tecnologias de informação e telecomunicações, a operar em Portugal desde o ano 2000. Reconhecida como uma referência no setor das telecomunicações e de infraestruturas Cloud empresariais nacionais, decidiu estrategicamente desenvolver a sua infraestrutura de Datacenters, tendo definido que seria essencial efetuar um ponto de situação. Para isso, iniciou com a Schneider Electric em janeiro de 2018 uma auditoria à qualidade da energia, sistemas de climatização e segurança dos três Data Centers da empresa.

Este projeto teve como resultado um relatório exaustivo sobre a qualidade e o consumo da energia e, como resultado, foram analisados os caminhos possíveis de melhoria da qualidade de serviço das infraestruturas existentes, com vista a garantir a escalabilidade necessária da infraestrutura, quer com o número de clientes, quer com o número de serviços a disponibilizar ao mercado. Uma das necessidades mais prementes era a implementação de um melhor Sistema de Gestão, que incorporasse um sistema de monitorização capaz de disponibilizar indicadores chave (KPI), em tempo real, nomeadamente: índices de eficiência dos Data Centers (PUE), temperaturas máximas e médias, repartição de consumos de energia, monitorização dos ativos de suporte, entre outras. Como requisito adicional, o caminho a seguir teria de garantir que a IP Telecom poderia partilhar toda essa informação com os vários stakeholders, nomeadamente os seus clientes.

A solução implementada com a Schneider Electric foi o EcoStruxure Building, plataforma de gestão técnica centralizada que permite uma gestão integrada de vários sistemas da Schneider Electric e também de outros sistemas padrão. A solução EcoStruxure Building é suportada por três aplicações de software com funcionalidades complementares. As aplicações de software instaladas são o EcoStruxure Data Center Expert, EcoStruxure Power Monitoring e o EcoStruxure Building Operation. O EcoStruxure Data Center Expert tem como objetivo a recolha de dados por comunicação SMMP de todos os equipamentos de TI, tais como UPS, PDU, NetBotz e ATS. O EcoStruxure Power Monitoring recolhe informação das centrais de medida, como Power Tag e iEM3000, e também recolhe dados sobre a qualidade da energia, utilizando a tecnologia ION e os analisadores de energia PM8000. As informações recolhidas por esta plataforma são arquivadas em bases de dados SQL, de onde se podem extrair relatórios normalizados ou personalizados – de acordo com as necessidades do cliente. Finalmente, a informação recolhida por estas duas plataformas é integrada no EcoStruxure Building Operation, através do sistema EcoStruxure Web Services. O EcoStruxure Building Operation, para além do papel de agregador, permite a gestão de utilizadores locais ou integrado com o Active Directory do Windows, ambientes de trabalho costumizáveis, gestão de alarmes e eventos, controlo de equipamentos, entre outros.

Com a instalação alargada de vários sensores IoT e instaladas pela Schneider Electric, a IP Telecom recebe informação em tempo real sobre o estado de todos os equipamentos (UPS, Contadores de Energia, Unidades de Climatização, entre muitos outros) e quadros elétricos, o que possibilita a realização de relatórios energéticos extremamente completos, permitindo procedimentos de manutenção preventiva e corretiva muito mais exatos e eficientes. Por sua vez, com a operação integrada das instalações e equipamentos, foi possível uma redução substancial do número de deslocações aos locais, tendo em conta que a informação está agora disponível numa plataforma única e as equipas de campo conseguem uma maior colaboração entre si. Do ponto de vista de negócio, é ainda possível ter uma visão muito clara sobre a repartição de consumos e custos associados à utilização energética por cliente e por serviço prestado. Tudo isto só é possível, porque qualquer medida implementada é agora monitorizada de forma mais eficiente.

“A área da energia constitui uma trave-mestra da atividade da IP Telecom, que, para conseguir cumprir a sua missão, fortalece-se através de parcerias que lhes permitam assegurar a melhor resposta para os seus clientes e no menor período de tempo”, refere Alexandre Bezerra. O gerente de instalações da IP Telecom acrescenta que “a implementação das soluções de otimização de Gestão da Schneider Electric apresenta as garantias que necessitamos para cumprir o compromisso que assumimos com todos os nossos stakeholders, nomeadamente clientes e comunidade em geral, promovendo a utilização racional dos recursos – melhorias que já se fizeram notar”.

Por seu lado, Rui Ribeiro, diretor Geral da IP Telecom acrescenta que “o primeiro passo de uma estratégia de qualidade, como aquela que procuramos na IP Telecom, é o de garantir que a infraestrutura base está sustentada operacionalmente. O segundo passo é torná-la eficiente e resiliente, de forma a obter custos otimizados, potenciar novos negócios, baixando a nossa pegada de carbono, o que é algo que valorizamos. No final do dia, poder proporcionar às nossas equipas uma melhor qualidade de vida, dado que estão mais confiantes na sua infraestrutura, e aumentar a satisfação dos nossos clientes, faz-nos realmente acreditar que esta parceria com a Schneider Electric foi, e continuará a ser, uma mais valia para a IP Telecom”.

Desde a sua implementação, o sistema já foi alvo de melhorias e outras estão já planeadas nos próximos três anos, com uma aposta maior de automatização ainda mais inteligente, onde seja possível trabalhar toda a informação gerada pelos diferentes equipamentos, aplicando um segundo patamar de inteligência artificial, em particular caminhar para análises preditivas e de autoadministração de sistemas, de forma a dar uma melhor resposta sem implicar o aumento de recursos. Tudo com o grande objetivo de colocar a tecnologia ao serviço da operação diária do negócio, melhorando a tomada de decisões estratégicas.