Japão deve diminuir compras de gás natural ao estrangeiro nos próximos anos

Japão deve diminuir compras de gás natural ao estrangeiro nos próximos anos

Categoria Ambiente, Energia

As importações de gás natural liquefeito (GNL) do Japão vão cair 3,1% este ano e novamente 2,3% em 2018, o que faz antecipar que haja menos compras aos países produtores, como Moçambique.

De acordo com as previsões do Instituto da Economia Energética japonês, as importações de gás natural neste ano fiscal, que começou a 1 de abril, deverão diminuir 3,1%, para 82,1 milhões de toneladas, e cair 2,3% em 2018, para 80,3 milhões de toneladas no próximo ano fiscal, partindo do princípio de que o Produto Interno Bruto nipónico cresce 1,4% este ano e 1,1% em 2018.

Os dados, citados hoje pela consultora Newsbase, revelam também que no ano passado o Japão gastou mais de 30 mil milhões de dólares em compras de gás ao exterior, um mercado em que Moçambique quer entrar.