Jardim Zoológico convida a conhecer as novas crias de Suricata

Jardim Zoológico convida a conhecer as novas crias de Suricata

Após o lançamento da campanha para angariação de fundos para o Fundo de Recuperação de Leões da Wildlife Conservation Network, o Jardim Zoológico volta a colocar em foco a “vasta e diversa savana africana através da comunicação do nascimento de 7 crias de Suricata (Suricata suricatta)”, refere em comunicado.

As pequenas crias nasceram no interior dos túneis, construídos pelo grupo na instalação, onde permaneceram nas primeiras semanas de vida. Atualmente, segundo o Jardim Zoológico, já é possível observá-las a explorar a instalação, sempre junto da progenitora e atentas aos alertas da “sentinela”. Desde a máscara de pelagem negra que à semelhança de uns óculos de sol protege os seus olhos da radiação solar, à forte organização social e distribuição de tarefas pelos indivíduos do grupo, muitas são as curiosidades para descobrir sobre este pequeno mamífero das savanas e estepes africanas.

Programas de conservação de animais como leões, elefantes e rinocerontes, contribuem para a “conservação das Suricatas, ao promover a criação de áreas protegidas que acabam por coincidir com o habitat natural desta espécie”, lê-se no mesmo comunicado. No entanto, o Jardim Zoológico, refere que estudos realizados a grupos de Suricatas na natureza revelam uma “estreita relação entre a diminuição da precipitação nas savanas africanas e a redução do número de indivíduos”. Até agora, têm-se apenas registado “oscilações pontuais da precipitação ao longo dos anos porém, devido às alterações climáticas, o cenário é diferente”. Este é um fenómeno que se faz sentir de forma mais intensa nos habitats mais inóspitos, como os desertos e as savanas.

Neste cenário, “travar as alterações climáticas e garantir a biodiversidade das savanas e estepes tal como as conhecemos, está nas mãos de cada um de nós”, alerta o Parque.