Lamego investe quatro milhões de euros em nova zona verde na cidade

Lamego investe quatro milhões de euros em nova zona verde na cidade

A Câmara Municipal de Lamego já iniciou as obras de edificação do Parque Urbano, um projeto que vai privilegiar o desporto, o lazer e a educação ambiental. Edificado numa área superior a sete hectares, este novo “pulmão verde” da cidade foi criado com o objetivo de melhorar a qualidade de vida de todos os lamecenses, sublinha o município.

A Câmara Municipal de Lamego, através de um investimento de quatro milhões de euros, aposta, assim, na reabilitação de um local anteriormente constituído por um conjunto de terrenos baldios e desqualificados nas margens da ribeira do Coura, e que agora ganham uma nova vida.

Ângelo Moura, presidente da Câmara Municipal de Lamego, declara a este propósito, “o começo das obras era algo que ansiávamos há algum tempo porque sabemos o que este novo Parque Urbano representa para a cidade mas, acima de tudo, para as pessoas. Foi a pensar na população que idealizámos esta nova área verde que pretendemos se torne um local de convívio, de diversão, onde as pessoas possam praticar exercício físico ao ar livre, mas também descansar num espaço paisagístico único e em harmonia com a natureza”.

De acordo com o comunicado do município, com uma área superior a sete hectares, a zona de intervenção do Parque Urbano de Lamego será dividida em duas partes: “a primeira numa continuidade do centro histórico e a segunda contígua à rotunda Dr. Fernando Amaral”. A zona ribeirinha em questão encontra-se integrada na estrutura ecológica urbana e irá contemplar a construção de vários equipamentos: pistas pedonais e cicláveis, parque infantil, anfiteatro ao ar livre, hortas comunitárias, parque de skate, dois espaços polidesportivos, espaço para espectáculos, circuito sénior com aparelhos adaptáveis à terceira idade, dois parques de estacionamento (num total de 109 lugares), instalações sanitárias, novas pontes pedonais para ligação das margens da ribeira do Coura e requalificação da actual ponte.

Para o presidente da Câmara Municipal de Lamego, “a importância deste projeto está igualmente relacionada com o facto de o município considerar como prioritária a qualificação desta vasta área com o objectivo de promover uma correta articulação urbana, potenciando, não só o usufruto do espaço público, mas também a satisfação dos lamecenses e de quem habitualmente nos visita”.