Largos de Graça e de Santos vão ganhar mais árvores e espaços pedonais

Largos de Graça e de Santos vão ganhar mais árvores e espaços pedonais

A Câmara de Lisboa lançou um concurso público, avaliado em 5,05 milhões de euros, para remodelar os largos da Graça e de Santos e a Rua de Campolide, avançou ontem o jornal Construir.

No que diz respeito ao Largo da Graça, o objetivo é “alargar os passeios, reordenar o estacionamento, colocar esplanadas nos restaurantes e melhorar o coberto arbóreo”. Já no Largo de Santos, propõe-se “o aumento substantivo das áreas pedonais, a alteração dos perfis da rede viária, o reordenamento do estacionamento automóvel e a implantação de áreas de estadia, com a instalação de novo mobiliário urbano, reforço da iluminação pública e o reforço do coberto arbóreo”.

Na Rua de Campolide e na sua envolvente está equacionada a construção de um parque infantil e de um quiosque com esplanada, bem como a “melhoria das condições de estadia e circulação pedonal, redução dos atravessamentos viários e da introdução de novas valências”.

Segundo o documento, assinado pelo vereador Manuel Salgado, a empreitada terá um prazo máximo de execução de 150 dias, aos quais acrescem 180 dias “para a manutenção da vegetação arbórea e arbustos”.