Lisboa duplica ciclovias na cidade

Lisboa duplica ciclovias na cidade

A cidade de Lisboa projeta aumentar substancialmente os quilómetros de ciclovia na cidade, criando percursos seguros e cómodos para o crescente número de utilizadores da bicicleta como meio de transporte ou de lazer.

A rede de ciclovias prevista para a cidade está disponível na página da Câmara Municipal na internet e, segundo o presidente da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), até junho ou julho de 2017, Lisboa terá “mais do dobro do que já existe” em termos de ciclovias.

Para José Manuel Caetano, “o que está em execução (…) vai permitir que exista uma rede muito importante” de pistas no concelho. “Já não somos um mau exemplo para a Europa” e “já não é por faltas de ciclovias que as pessoas não andam de bicicleta”, disse este responsável à agência Lusa, face às novas vias previstas para a cidade.

Atualmente, “há cerca de 60 quilómetros de ciclovias em Lisboa, mas vários [troços] estão em obras”, disse à agência Lusa João Camolas, assessor do vereador José Sá Fernandes.

Esta fonte avançou que existe um plano que prevê o alargamento desta rede, embora não consiga antecipar quantos quilómetros mais.

“Há um objetivo de desenvolver esta rede e alargar não só as ciclovias, mas também outro tipo de soluções cicláveis, um pouco por toda a cidade”, afirmou, acrescentando que estão em curso várias obras que contemplam estas vias, como é o caso de “todo o Eixo Central e da Alameda dos Oceanos”.

mais recorrem aos serviços, disse Tânia Caldas, desta empresa, adiantando que também a utilização da bicicleta “em deslocações para o trabalho tem vindo a aumentar” em Lisboa.