Loulé e Via Verde Boleias juntam-se em iniciativa pioneira amiga do ambiente

Loulé e Via Verde Boleias juntam-se em iniciativa pioneira amiga do ambiente

Foi apresentada na passada sexta-feira, no Palácio Gama Lobo, mais uma ação da Autarquia de Loulé integrada no Programa de Qualidade de Vida e Inovação Organizacional e do Sistema de Gestão da Conciliação entre a Vida Profissional, Familiar e Pessoal: a “BoleiasCML”.

De acordo com o Município “trata-se de um parceria pioneira, estabelecida entre a Câmara de Loulé e a Via Verde Boleias”, que consiste na “partilha de boleias entre colegas que se desloquem para o mesmo destino”. Também a “redução das emissões de CO2, a redução dos problemas de estacionamento e de circulação rodoviária, a poupança de tempo por parte dos trabalhadores, a redução dos custos associados ao combustível e à manutenção da viatura, bem como o reforço do espírito de partilha e convívio entre os funcionários municipais” são alguns dos objetivos desta iniciativa.

O presidente da Autarquia,Vítor Aleixo realçou o facto de ser esta uma iniciativa que alia duas áreas prementes do executivo: o ambiente e o bem-estar dos seus colaboradores. “O Município de Loulé tem desenvolvido um trabalho contínuo na área da emergência climática e na valorização dos seus trabalhadores, através do Programa de Qualidade de Vida e Inovação Organizacional, pelo que esta medida ‘BoleiasCML’, pioneira em termos de municípios, concilia estas duas áreas e possibilita que estejamos a contribuir, com ações concretas, para a diminuição da nossa pegada ecológica”.

A adesão à plataforma Via Verde Boleias é inteiramente gratuita. Refira-se que tanto condutores como passageiros recebem vouchers de desconto em estabelecimentos parceiros da Via Verde Boleias.

Loulé tornou-se, assim, pioneiro em mais uma medida, sendo o “primeiro município do país a estabelecer uma parceria com a Via Verde Boleias” tendo em vista a disponibilização desta ferramenta. Uma iniciativa “inovadora, sustentável e orientada para a defesa ambiental”, refere a mesma nota.

Foto cedida por: Autarquia de Loulé