1

Loulé tem dez praias Bandeira Azul durante época balnear

Foi anunciada esta sexta-feira, em Cascais, a lista dos galardoados do Programa Bandeira Azul. O concelho de Loulé será de novo contemplado com esta distinção na totalidade das suas praias, tal como no seu porto de recreio, a Marina de Vilamoura, pode ler-se num comunicado.

Almargem, Ancão, Forte Novo, Garrão Nascente, Garrão Poente, Loulé Velho, Quarteira, Quinta do Lago, Vale de Lobo e Vilamoura são as dez praias que onde será hasteada a Bandeira Azul durante a época balnear que arranca oficialmente a 1 de junho no concelho de Loulé.

Por outro lado, a Marina de Vilamoura integra uma vez mais a lista de marinas e portos de recreio com Bandeira Azul, refere o Município, numa nota.

Já em relação à acessibilidade, à semelhança do que aconteceu em 2021, apenas as praias da Quinta do Lago, Garrão Nascente e Almargem ficam de fora. As restantes setes zonas balneares irão ostentar a Bandeira “Praia Acessível, Praia para Todos”, como selo de qualidade ao nível das condições para receber pessoas com mobilidade reduzida, não só no acesso ao areal mas também na possibilidade de banhos assistidos, entre outros parâmetros aplicados.

Em 2022, o Programa Bandeira Azul continuará a ter como tema “Recuperação de Ecossistemas”, uma matéria, que para Loulé, é incontornável já que “a degradação dos ecossistemas tem um impacto direto no bem-estar de cerca 3,3 mil milhões de pessoas”, de acordo com a Assembleia Geral das Nações Unidas, que declarou 2021-2030 como a Década das Nações Unidas para a Recuperação dos Ecossistemas.

Em resposta aos desafios colocados, durante os meses de junho, julho, agosto e setembro, o Município de Loulé irá promover um programa de educação e sensibilização ambiental que terá como polo principal o Centro Azul de Quarteira, direcionado a todos os veraneantes, numa clara aposta em preservar os ecossistemas deste território, uma matéria que se enquadra na política ambiental e na estratégia local de adaptação às alterações climáticas.