Luz sobe 2,5% e gás mantém-se até junho

Luz sobe 2,5% e gás mantém-se até junho

Categoria Ambiente, Energia

Os consumidores domésticos de eletricidade garantiram, a partir de 1 de janeiro, um aumento médio de 2,5% da sua fatura. avança o Diário Económico. Este agravamento, fixado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), visa apenas as famílias que mantém contratos de fornecimento com a EDP Serviço Universal, ou seja, cerca de 1,9 milhões de clientes. De fora desta subida ficam os 4,2 milhões que já saíram para o mercado liberalizado e onde operam diversos operadores, os quais ajustarão os preços livremente.

As alterações tarifárias da ERSE atingem também as famílias economicamente frágeis e que usufruem de tarifa social. Para estes 85 mil clientes haverá um aumento de 0,9%. No gás natural, para os consumidores com tarifas reguladas, também não se registam alterações no início do ano. A próxima revisão de preços só ocorrerá a 1 de julho de 2016. A última verificou em junho de 2015 e apresentou uma redução média de 7,3%, graças à aplicação de uma taxa extraordinária sobre os contratos de “take or pay” de gás da Galp.