Maiambiente associa-se ao projeto ESTRAEE e aumenta a valorização dos REEE

Maiambiente associa-se ao projeto ESTRAEE e aumenta a valorização dos REEE

Categoria Águas, Resíduos

De forma a melhorar as infraestruturas de apoio à deposição de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE) nos Ecocentros da Maia, o Município da Maia, através da Maiambiente, associou-se à Lipor e avançou com o projeto ESTRAEE.

Trata-se de uma Estratégia Sustentável Transfronteiriça para a gestão destes resíduos, que se materializou através da “adaptação” e “reabilitação” dos ecocentros de Moreira e Nogueira. Esta melhoria de condições permitirá “aumentar a receção e valorização dos REEE”, potenciando a “reutilização” e “reciclagem”, refere a Maiambiente em comunicado.

De acordo com a empresa ambiental, os ecocentros selecionados foram alvo de “obras de requalificação”, tendo sido também “reforçada a segurança dos locais”, através da “instalação de câmaras de vigilância e dos demais equipamentos de suporte”. O projeto, segundo a Maiambiente, contou, ainda, com o fornecimento de “quatro caixas metálicas adaptadas para a receção dos REEE” e, futuramente, estarão disponíveis “nove contentores móveis com o propósito de realizar ações de sensibilização junto da população”.

Aprovado no âmbito do programa de cooperação Espanha-Portugal, através do Programa INTERREG V – A POCTEP 2014-2020, o projeto permitirá impulsionar a preparação para reutilização como uma opção prioritária em matéria de gestão de REEE. Esta mudança de paradigma confere um carácter pioneiro e inovador na Europa, abrindo portas para o desenvolvimento da economia verde no espaço de cooperação.