Maior

Categoria Atualidade, Home

O maior dermáptero do mundo, o dermáptero gigante de Santa Helena (Labidura herculeana), foi oficialmente declarado como extinto. Este dermáptero, vulgarmente conhecido como “tesouras”, podia atingir um comprimento na ordem dos oito centímetros.  O nome da espécie deriva do local onde habitava, a ilha de Santa Helena, perto de África, tendo o último insecto adulto desta espécie sido visto em Maio de 1967.   A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) mudou agora o status desta espécie de “em perigo crítico de extinção” para “oficialmente extinta”. De acordo com a BBC, a extinção deveu-se sobretudo ao facto das pedras da ilha, que desde 1960 são utilizadas para a indústria de construção, serem removidas, deixando o habitat num estado degradado e os insectos, que viviam debaixo destas, sem habitação e vulneráveis aos predadores como os ratos ou outros insectos invasores.   A espécie foi identificada em 1798, tendo-se observado picos de ocorrência em 1913 e em 1959. Os cientistas IUCN fizeram várias visitas à ilha desde 1967, não tendo encontrado, porém, quaisquer sinais de sobrevivência ou reincidência.