Mais de 60% dos portugueses satisfeitos com qualidade do ar e nível do ruído

Mais de 60% dos portugueses satisfeitos com qualidade do ar e nível do ruído

O Dia Mundial do Ambiente assinala-se no próximo dia 5 de junho. Neste âmbito, o Eurostat publica hoje um inquérito realizado à satisfação dos habitantes das capitais da União Europeia em termos de qualidade do ar e níveis de ruído. A seguinte pergunta foi colocada em 2015 a um universo de habitantes de 83 cidades europeias: “De um modo geral, sente-se muito satisfeito, bastante satisfeito, bastante insatisfeito ou nada satisfeito com a qualidade do ar e o nível de ruído na sua cidade?”. Os resultados revelam disparidades significativas entre as capitais na União Europeia, com níveis de satisfação no que respeita à qualidade do ar, que vão de 22% a 88% e aos níveis de ruído de 31% a 82%. Portugal revelou um nível de satisfação quanto à qualidade do ar de 64% na região da Grande Lisboa e de 66% relativamente ao nível de ruído.

Os resultados globais revelam disparidades grandes entre as cidades, com níveis de satisfação relativamente à qualidade do ar que vão dos 22% aos 88%, e do nível do ruído dos 31% aos 82%.

No entanto, na maioria das capitais, os habitantes estão em geral satisfeitos com estes dois itens. Dublin, Helsínquia, Viena e Luxemburgo foram as cidades europeias com maior grau de satisfação entre os seus habitantes, em contraste sobretudo com os habitantes de Bucareste e Sófia.

Entre as capitais da UE, em 2015, pelo menos três quartos dos habitantes estavam muito ou bastante satisfeitos com a qualidade do ar, tais como em Dublin, Viena e Helsínquia (todas 88%), seguindo-se Luxemburgo (83%), Estocolmo (77%), Ljubljana (76%) e Talin (75%). Em contraste, as percentagens mais baixas de população residente satisfeita com a qualidade do ar observaram-se em Bucareste (22%), Sófia (28%), Paris (30%), Madrid (31%) e Roma (32%).

De uma forma global, a maioria dos habitantes estava satisfeita com a qualidade do ar em 20 das 28 cidades da UE.

Relativamente ao nível do ruído, Dublin registou a maior proporção de população muito ou bastante satisfeita (82%), à frente de Helsínquia (81%), Luxemburgo (79%), Viena (78%), Riga (77%), Vilnius (76%) e Londres (75%). Do lado oposto, Bucareste registou o índice mais baixo de população globalmente satisfeita com o nível do ruído na cidade (31%), seguindo-se Sófia (36%), Atenas (43%), Madrid, Roma e Valleta (45%) bem como Varsóvia (46%).

De um modo geral, a maioria dos habitantes estava satisfeita com os níveis do ruído em 21 das 28 cidades da UE.