Marcha pelo clima em Paris não foi cancelada

Marcha pelo clima em Paris não foi cancelada

Os organizadores de uma grande marcha em Paris, a realizar-se um dia antes do início de uma decisiva conferência climática das Nações Unidas, estão a discutir com as autoridades francesas a possibilidade de manter o evento, apesar dos ataques terroristas de sexta-feira passada na capital francesa, avança o jornal Público.

A marcha é o ponto central de mais de duas mil ações, dias 28 e 29 de novembro, em diferentes pontos do mundo, numa chamada de atenção à urgência do combate ao aquecimento global. Centenas de milhares de pessoas são esperadas nas ruas de Paris e o percurso previsto atravessa o bairro onde ocorreu a maior parte dos ataques terroristas de sexta-feira.

A coligação de entidades que promovem a manifestação, liderada pela organização não-governamental 350.org, esteve reunida segunda-feira durante todo o dia e decidiu não cancelar a iniciativa.

A decisão, contudo, está agora na mão das autoridades francesas, que facilmente podem impedir o protesto, por razões de segurança. O estado de emergência decretado no país e que poderá estender-se por três meses permite a proibição de grandes aglomerações de pessoas.