“Masdar é a cidade mais futurista do mundo”

“Masdar é a cidade mais futurista do mundo”

A cidade de Masdar é “a cidade mais futurista do mundo”, com níveis de emissões de carbono praticamente nulos, de acordo com informações divulgadas no programa Globo Repórter, exibido no dia 24 de Julho, na TV Globo. A cidade construída no meio do deserto dos Emirados Árabes Unidos prova que o uso das tecnologias limpas não é um projecto reservado somente para o futuro.

 

A cidade tem vindo a apostar em ideias inovadoras para travar o uso desenfreado do petróleo. Por exemplo, uma torre eólica de 45 metros captura os ventos fortes da cidade e canaliza-os para as ruas, informa os cidadãos da quantidade de energia consumida na cidade e é, também, responsável por gerar electricidade a partir dos ventos fortes característicos da região. Há, ainda, pequenos jactos de água que são capazes de baixar a temperatura do sol até 30 graus. Painéis solares estrategicamente localizados são responsáveis pela produção de grande parte da energia consumida. Para complementar, é usado gás natural como forma de garantir o isolamento térmico de alguns dos edifícios da cidade.

 

Também a mobilidade urbana, tem vindo a sentir os efeitos da inovação tecnológica e da prática sustentável. Na “cidade do futuro”, entre os recursos disponíveis aos residentes estão carros eléctricos que se movimentam sem o auxílio de motoristas e até mesmo uma “polícia verde” responsável por gerenciar o gasto de energia dos moradores. Sempre que alguém usa uma máquina, abre uma arca frigorífica ou deixa uma lâmpada acesa, envia dados a uma central inteligente responsável por controlar o consumo de energia durante todo o dia. Além disso, sensores inteligentes desligam automaticamente chuveiros após alguns minutos de uso, assim como fogões, electrodomésticos e luzes que ficam ligados durante muito tempo. Neste momento, estão a ser criados mais transportes subterrâneos, feitos em cápsulas.

 

As ideias apresentadas em Masdar contrastam com outras regiões dos Emirados Árabes. Ainda de acordo com o documentário exibido no programa, Dubai, por exemplo, é a cidade que mais necessita de energia em todo o planeta, onde tudo depende ainda do petróleo.